Gol de Letra promove Fórum Interno sobre Esportes e Educação integral

Troca de experiências envolveu cerca de 20 colaboradores do RJ e de SP

Autoestima, disciplina, qualidade de vida, desenvolvimento humano, respeito, sociabilidade, protagonismo. São inúmeros os benefícios que a prática do esporte pode trazer. Pensando em como aprimorar esse trabalho, a Gol de Letra reuniu representantes de diferentes áreas, entre Rio de Janeiro e São Paulo, para o 1º Fórum Interno sobre Esportes da Gol de Letra.

Segundo Sérgio Andrade, coordenador do programa Jogo Aberto e um dos idealizadores do encontro, o objetivo do Fórum era discutir os projetos e propostas esportivas da Fundação Gol de Letra possibilitando um alinhamento das ações diante da visão institucional da Organização.

Durante dois dias, cerca de 20 pessoas, entre educadores, assistentes sociais e profissionais de diferentes áreas analisaram como a Gol de Letra desenvolve suas atividades esportivas, o que está sendo feito no Brasil e em outras partes do mundo e discutiram, juntos, como as atividades podem ser aprimoradas.

Presidente do Conselho Curador e um dos instituidores da Fundação, Raí comentou que essa maior preocupação com o esporte reflete um amadurecimento da Fundação, que trabalha as atividades esportivas como uma forma de promover a educação integral: “A Fundação foi criada por dois ex-atletas. Por isso, para ressaltar que a Gol de Letra trabalha educação, no começo a gente não enfatizava a prática esportiva. Já hoje, acredito que estamos bem resolvidos nessa questão de aliar esporte e educação, sempre mantendo a preocupação com a questão social”, comentou Raí, acrescentando que poucos são os projetos que vão a fundo, “estudando, avaliando e trazendo à tona todos os benefícios da prática esportiva”.

O diretor-geral da Gol de Letra, Sóstenes de Oliveira, completou dizendo que o momento no Brasil é propício para o debate do esporte em outras áreas além de Copa do Mundo e Olimpíadas. “Nós temos a necessidade de ampliar a nossa discussão, que não pode levar em conta somente os grandes eventos, mas também deve entender como o esporte pode beneficiar uma comunidade”, explicou.

O fórum trouxe à Vila Albertina oito representantes da Gol de Letra do Rio de Janeiro para trocar experiências, o que representou uma das maiores delegações na história da fundação.

Resultados

Em um primeiro momento, cada programa se apresentou, mostrando como trabalha, quais os desafios e o que planeja para o próximo ano. Dados técnicos como avaliação foram compartilhados, para um aprimoramento comum do trabalho, e educadores dividiram experiências e depoimentos. O educador Rodrigo, responsável pelas atividades livres destinadas à comunidade, comentou que é possível reconhecer alguns dos benefícios do esporte educacional pela postura e relacionamento das crianças que frequentam os projetos durante o dia em comparação às que não participam.

Um grande desafio comum nas duas unidades é a fidelização das turmas dos mais velhos. No Jogo aberto, a experiência mostrou que a turma mais populosa varia de ano para ano, de acordo com as relações de amizade dos participantes. Já no Rio, para manter o interesse dos adolescentes, serão criadas para 2014 as turmas de skate e slackline (a famosa corda bamba).

Para alimentar a discussão, os participantes analisaram textos e vídeos sobre esporte educacional e foram convidados a pensar sobre o trabalho feito hoje pela fundação, com perguntas como “quais as motivações dos participantes”, “o que se espera de uma atividade esportiva”, “qual é a forma ideal de esporte”, entre outras questões.

Na última parte do encontro, Rio de Janeiro e São Paulo ficaram separados para pensar em propostas para o futuro em cada unidade, levando em consideração todas as experiências apresentadas e como elas podem contribuir com o trabalho da Gol de Letra.

“O nosso objetivo é aprimorar ainda mais o trabalho da Fundação e fazer do esporte um projeto verdadeiramente comunitário”, comenta Felipe Pítaro, coordenador pedagógico dos projetos no Rio de Janeiro e corresponsável pelo fórum, ressaltando a importância de reunir as equipes esportiva e social em uma mesma discussão. “A Gol de Letra tem um condições de promover de maneira bem feita o esporte na comunidade e, para isso, o ato de conhecer o outro é fundamental”.

Seja um sócio titular e contribua para transformação de milhares de crianças e jovens da Fundação Gol de Letra. Acesse www.goldeletra.org.br/doe

Comments are closed.