Primeiro Gol de Cidadania do ano no bairro do Caju (RJ)

Evento promove assistência jurídica e de saúde, além de atividades esportivas para moradores do complexo do Caju, no Rio de Janeiro

DSC_0287

No dia 8 de abril, sábado, a Fundação Gol de Letra realizou no Caju, RJ, mais uma edição do Gol de Cidadania, evento que oferece à comunidade assistência jurídica e de saúde, palestras de conscientização e atividades esportivas, além de oficinas com temas variados voltados para o desenvolvimento da comunidade.

DSC_0765

O Gol de Cidadania é uma atividade do Programa Dois Toques voltada ao público adulto, mas também atende crianças e adolescentes. Nesta edição, oficinas esportivas e culturais entreteram os pequenos enquanto os pais e outros moradores utilizaram serviços da defensoria pública, assistência social, saúde e de conscientização.

DSC_0473

A novidade nesta edição ficou por conta das Oficina de Beleza e de Turbantes, criadas em parceria com o Instituto Embelleze e com o Furnas Educa, respectivamente. Homens e mulheres, crianças e adultos mudaram o visual com a ajuda de uma equipe voluntária do Centro de Treinamento Embelleze e muitas mulheres puderam entender um pouco mais sobre a cultura africana durante o processo de produção de lindos turbantes.

DSC_0841

Outros destaques foram as oficinas de Direitos Humanos e de Gênero e Identidade. Ambas chamaram a atenção dos participantes  para questões atuais e ajudaram a esclarecer os presentes sobre direitos civis e políticos.

Entre as atividades jurídicas e de saúde, estavam a regularização de documentação civil, processos sobre pensão alimentícia, medição de pressão e glicose e encaminhamento médico com atestado. Já o atendimento social resolveu questões referentes ao Cadastro Único e de adesão ao Bolsa Família, com atendentes especializados do Centro de Referência em Assistência Social 15 de Maio.

DSC_0487

Os que queriam se exercitar puderam fazê-lo no Treino Funcional ou na Aula de Dança, com ritmos nacionais e internacionais. As crianças ainda tiveram a oportunidade de participar de uma Oficina de Bicicletas, promovida pela Decathlon, na qual aprenderam a fazer pequenos consertos e entenderam melhor os mecanismos do veículo preferido da garotada. Os mais interessados por ciências e meio ambiente tiveram uma atividade dinâmica sobre eficiência energética, parte do repertório do Furnas Educa. Os interessados  pelas artes dramáticas e interpretação participaram de uma oficina super bacana de teatro com a educadora Raquel Souto, da Fundação Gol de Letra.

DSC_0831

Para Júlio Moita, Analista Social da Gol de Letra e organizador da ação, “O Gol de Cidadania é um evento muito importante para a comunidade porque dá acesso a diversos serviços que, infelizmente, a infraestrutura pública não consegue atender devido à grande demanda de alguns deles, como, por exemplo, a defensoria pública”. Júlio ainda aproveita para destacar a relevância deste tipo de atividade para os adultos da comunidade, já que a Fundação atende, majoritariamente, o público infantil e jovem.

Confira todas as atividades que foram oferecidas:

  • Caminhada Esportiva
  • Aula de Dança
  • Oficina de Teatro
  • Oficina de Direitos Humanos
  • Atendimento Jurídico com a Defensoria Pública (Guarda, Pensão Alimentícia e Regularização de Documentação Civil)
  • Atendimento Social junto ao CRAS (Cadastro Único e Bolsa Família)
  • Atendimento de Saúde (Atestado Médico, Medição de Pressão e Glicose)
  • Oficina de Beleza (Embelleze – Corte, Escova e Oficina de Maquiagem)
  • Inscrição para empregabilidade
  • Atividade de Gênero e Identidade
  • DSC_0994

O Gol de Cidadania existe desde 2006 e é uma ação da Fundação Gol de Letra em parceria com outras instituições para promover inclusão social e desenvolvimento cívico. Este ano o evento beneficiou mais de 150 pessoas.

Parceiros 2017: Centro de Referência de Assistência Social 15 de Maio, Centro Municipal de Saúde Fernando Braga Lopes, Instituto Embelezze, Projeto Furnas Educa, Yes! Curso de Idiomas, ManPower e Rotary Club São Cristovão, Instituto Decathlon e Defensoria Pública do Rio de Janeiro.

Comments are closed.