adidas e Gol de Letra levam esporte de inclusão a 5 cidades sedes da Copa

Em uma nova parceria com a adidas, a Fundação Gol de Letra lançou na sexta-feira, dia 2, o projeto Ginga Social.

A iniciativa, ainda em fase inicial, utiliza o esporte como ferramenta para transformação social e tem como objetivo implantar cinco projetos esportivos em cinco capitais brasileiras que serão sede da Copa do Mundo de 2014 – São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre e Salvador –, capacitando profissionais de ONGs locais já existentes para o desenvolvimento de atividades esportivas e socioeducacionais em período complementar à escola.

Ao todo, o Ginga Social vai atender cerca de 1800 crianças, adolescentes e jovens (360 em cada cidade) por meio de esporte em modalidades coletivas – entre elas, futsal, basquete, voleibol, handebol, tchoukball – e individuais – como atletismo, tênis, tênis de mesa, capoeira ou artes marciais – que serão escolhidas de acordo com a realidade de cada local.

Durante o lançamento para funcionários da adidas – do qual também participaram Raí e Sóstenes -, o diretor geral da empresa, Fernando Basualdo destacou a importância de iniciativas como a da Gol de Letra, acrescentando que a utilização do esporte em prol de causas sociais vai ao encontro dos ideais da adidas – que, segundo ele, “tem como missão usar a paixão pelo esporte para contribuir para um mundo melhor”.

Em breve discurso, Raí falou sobre o início da Fundação e dos projetos que trabalham o esporte educacional, fazendo da atividade física uma forma de ajudar a criança e o jovem a interagir e se desenvolver dentro de um grupo.

Por fim, a responsável pelo projeto na adidas, Gudrun Messias, explicou as fases do projeto, que começou suas atividades no dia 1º de março com a ONG Abafe, em Belo Horizonte, e deve estar com todas as etapas funcionando até 2014.

O processo da capacitação da Gol de Letra e o apoio da adidas tem duração inicial de três anos, período em que a instituição estará pronta para conseguir apoio de outras formas. “Todo projeto tem um começo e tem um fim. Porém, depois da capacitação, o que fica é uma instituição fortalecida, com o conhecimento necessário para trilhar seus próprios caminhos”, explica Gudrun.

Você também pode contribuir com esse e outros projetos da Fundação Gol de Letra. Faça sua doação: www.goldeletra.org.br/doe