Programa de Jovens: experimentações e desenvolvimento da autonomia

Em 2015, o programa irá até as escolas públicas da região da Vila Albertina (SP), oferecendo aos alunos oficinas de graffiti, teatro e audiovisual

Investir no desenvolvimento cultural, educacional e profissional da juventude é uma missão da Fundação Gol de Letra que, através do Programa de Jovens, atende cerca de 200 adolescentes entre 14 e 21 anos em São Paulo.

A proposta é que eles fortaleçam suas identidades e vivenciem inúmeras possibilidades. O programa oferece a eles a oportunidade de adquirir conhecimentos, práticas, desenvolver o senso crítico, a capacidade de expressão e a autonomia para realizar seus projetos de vida e ingressar na vida profissional.11021115_766600203435567_8380085453325346070_n
Em 2015, o Programa de Jovens terá como foco os alunos de duas escolas públicas da região da Vila Albertina – Escola Estadual Dr. Alberto Cardoso de Mello Neto e Escola Estadual Prof. Leônidas Paiva –, na Zona Norte de São Paulo, oferecendo três oficinas no eixo Arte e Comunicação: graffiti, teatro e audiovisual.

As atividades serão realizadas nos espaços das escolas parceiras, no período do contra turno escolar, ampliando assim a área de atuação da Gol de Letra. O objetivo é ir onde os jovens estão e ampliar a interlocução com as instituições de ensino. “Essa estratégia será um grande desafio, pois se trata de uma construção conjunta no contexto da educação integral, que pode nos mostrar um caminho para maior aproximação e fortalecimento de políticas públicas voltadas à juventude”, diz Sóstenes Brasileiro de Oliveira, diretor geral da Fundação Gol de Letra.11021123_767054860056768_1900248155747513226_n
Durante o mês de março os educadores realizam workshops para que os jovens possam ter o primeiro contato com as atividades oferecidas e em abril as oficinas começam pra valer.

A preparação para o mercado de trabalho também é uma grande preocupação do Programa de Jovens. Por isso, no eixo Empregabilidade, os meninos e meninas podem participar de cursos profissionalizantes nas áreas de auxiliar de escritório, marcenaria e panificação/confeitaria. As capacitações são certificadas e realizadas em parceria com empresas e instituições como Senac, Senai, Leroy Merlin, Instituto Leo Madeiras e Puratos.11026276_767054723390115_5906709186400002070_nÉ por meio dessas experimentações, descobertas e desafios que a Gol de Letra acredita que os jovens serão capazes de se autodesenvolver e buscar seus próprios caminhos para o futuro.

Rodape

Jogo Aberto na Vila está repleto de novidades em 2015

Programação inclui oficina de skate, turmas noturnas para adultos, Jogos de Integração e muito mais

O programa Jogo Aberto na Vila, realizado pela Fundação Gol de Letra na Vila Albertina, em São Paulo, tem como principal objetivo promover a cultura esportiva entre as crianças, adolescentes e jovens atendidos e expandi-la na comunidade.

Com a formação de monitores e outras ações comunitárias, o conteúdo é multiplicado e disseminado não só pelo bairro, mas também entre familiares e amigos dos participantes e nas escolas públicas da região. Neste ano, o Jogo Aberto oferecerá 605 vagas em atividades regulares, que serão realizadas no Núcleo de Esporte e Desenvolvimento (NED), em cinco escolas públicas da região e na sede da Gol de Letra.
1 Este ano mais uma modalidade entra na grade de atividades: o skate, esporte bastante admirado pelas crianças e adolescentes e que promete agitar o NED, que contará ainda com as oficinas de futsal, vôlei, basquete, handebol, thouckball, capoeira, ginástica e atletismo.

Outra novidade acontece na semana de 8 a 12 de junho, quando serão realizados os Jogos de Integração, campeonato esportivo aberto à participação de quaisquer grupos organizados, seja de escolas públicas ou privadas, instituições variadas ou grupos comunitários do bairro. Já o Lazer na Vila, um dos projetos desenvolvidos pelo Jogo Aberto, ampliou sua programação para 2015: serão quatro Ruas de Lazer – o dobro comparado aos anos anteriores – e cinco Caminhadas pela comunidade.
2 Além da atuação no NED e na sede da Fundação Gol de Letra, os educadores vão até escolas públicas ou instituições parceiras da região e desenvolvem atividades complementares às aulas de educação física. Os alunos escolhem até duas modalidades esportivas para praticarem no contra turno escolar.

A Gol de Letra valoriza e incentiva o Esporte de Participação, por isso também oferece às famílias e à comunidade atividades esportivas e de lazer, para que todos possam praticar. O Esporte é visto como instrumento de mobilização dos atores locais, capaz de contribuir com o desenvolvimento e o fortalecimento das comunidades.

Por isso, neste ano, os adultos terão mais opções de esporte e lazer. A partir de março, serão abertas turmas de ginástica, capoeira, corrida e caminhada para os familiares das crianças e adolescentes inscritos e moradores da comunidade em geral. Para que todos possam participar as atividades serão realizadas sempre no período da noite.

3 E por fim, o projeto Football For Hope, que tem o apoio da FIFA, terá sua segunda edição em 2015, propondo a pesquisa e o aprendizado de diferentes formas de se jogar futebol ao redor do mundo. As atividades serão desenvolvidas com uma turma da Fundação Gol de Letra do Rio de Janeiro e outra de São Paulo.

Esporte, lazer, convivência democrática, participação e respeito à diversidade são as premissas de todas as atividades desenvolvidas na Gol de Letra. E você também pode participar: as atividades de Lazer são abertas ao público em geral. Fique atento à nossa programação pelas redes sociais!

*O Jogo Aberto é um programa desenvolvido na Fundação Gol de Letra com o objetivo de disseminar atividades esportivas na comunidade da Vila Albertina. O Jogo Aberto é financiado pela Lei de Incentivo ao esporte. Se você também acredita na transformação pelo esporte,contribua para a manutenção dos programas e projetos da Gol de Letra. Acesse: www.goldeletra.org.br/doe

4Rodape

Gol de Letra celebra aniversário e Dia dos Direitos Humanos com nova publicação

A Fundação Gol de Letra tem muitos motivos para comemorar o Dia 10 de dezembro, data em que se celebra o Dia dos Direitos Humanos e o aniversário da instituição.

Os Direitos Humanos possuem grande abrangência e apontam para os direitos à condição humana. Também indicam a garantia dos direitos do cidadão, no que se refere a todos os seus interesses, de caráter social e político.

Pensando nesse momento histórico para o Brasil, país sede dos maiores eventos esportivos – Copa e Olimpíadas – a Gol de Letra apresenta uma síntese de suas experiências com Esporte.

CAPA

Clique para ler a publicação em formato revista

Compartilhá-la é uma forma de fortalecer o Esporte como direito do cidadão. Afinal, que país é esse que tira pouco proveito do Esporte como um fenômeno sociocultural, um direito social e um meio para a promoção da qualidade de vida e do desenvolvimento humano?

Conheça de maneira simples e objetiva as intervenções com Esporte-Educação Física da Fundação Gol de Letra.

Ou faça o download do arquivo em PDF: EXPERIENCIAS COM ESPORTE FUNDACAO GOL DE LETRA

Seja um sócio titular e contribua para transformação de milhares de crianças e jovens da Fundação Gol de Letra. Acesse www.goldeletra.org.br/doe

Fundação Gol de Letra promove atividades esportivas na praça da Sé

Oficinas realizadas pela organização fazem parte da Semana Internacional do Esporte pela Mudança Social e visam o convívio amigável no esporte

Entre os dias 26 e 29 de novembro, acontece a Semana Internacional do Esporte pela Mudança Social 2014. Realizada pela Rede Esporte pela Mudança Social (Rems), a iniciativa promove uma série de debates e oficinas com o objetivo de abordar a importância da prática de atividades físicas como fator de desenvolvimento humano. Atividades esportivas também estão na programação. Entre as entidades participantes, a Fundação Gol de Letra, uma das fundadoras da Rems, realizará duas ações com o objetivo de estimular a prática esportiva, uma no Sesc Consolação e outra na praça da Sé, no centro de São Paulo. Mais informações e a programação completa estão disponíveis na plataforma virtual www.rems.org.br/mais-esporte-brasil/ .

Nos dois primeiros dias (26 e 27/11), o Sesc Consolação recebe o Seminário Esporte e Desenvolvimento Humano, cujo tema é “Esporte ao longo da Vida”. Na ocasião, especialistas compõem fóruns e palestras sobre políticas públicas de acesso ao esporte para diferentes idades e suas manifestações. Entre eles, Raí Oliveira, instituidor da Fundação Gol de Letra, e Ana Moser estarão representando a ONG Atletas pelo Brasil e apresentarão o I Relatório Cidades do Esporte, que faz um diagnóstico do esporte nas 12 cidades-sede da Copa.

IMG_26112014_135550

 

Na sexta (28) e no sábado (29), a Fundação Gol de Letra apresentará a metodologia do Tchoukball, uma modalidade esportiva suíça que busca o convívio coletivo e amigável entre adversários, punindo competidores que provoquem agressões. No dia 28, das 8h às 10h, a atividade acontece no Sesc Consolação para educadores e professores. Já no sábado, das 8h às 12h, o público poderá fazer uma experimentação na praça da Sé.

“Para a Gol de Letra, é de extrema importância participar do evento. Apesar de não ser muito conhecido no Brasil, o Tchoukball está intimamente ligado ao conceito de esporte educacional praticado por nós. Conhecido como o esporte da paz, ele possibilita uma inclusão maior de pessoas no jogo. Isso que queremos mostrar para o público participante”, afirma Sérgio Andrade, coordenador do Programa Jogo Aberto.

O Tchoukball é uma referência no esporte educacional, pois pode ser praticado por todas as faixas etárias e em qualquer local, conforme as circunstâncias do momento. Ele deve ser desenvolvido como esporte para todos, sempre priorizando a cultura de paz, a inclusão e a diversidade. O objetivo é tornar o Tchoukball um veículo de educação e promoção social.

Em final de semana animado, times definem os finalistas do Torneio Gol de Letra SP 2014

EY e Abril Comunicações disputam o troféu no Morumbi; Eurofarma e Natura se enfrentam pelo título Fair Play; e a equipe feminina da Natura é a campeã deste ano

10295682_899674436710255_7689093554063586168_n

Chuteiras a postos para o maior torneio de futebol corporativo do país! Foi com céu ensolarado, sorrisos familiares e clima de competição saudável que a Hípica Jaguari, no município de Bragança Paulista, recebeu, nos dias 15 e 16 de novembro, as 16 empresas inscritas para participar do 11º Torneio Gol de Letra SP.

Divididos em campos reduzidos, os 16 times masculinos e os 4 femininos disputaram uma vaga nas finais, arrebentando num total de 138 gols nos dois dias da etapa classificatória. As equipes demonstraram técnica, garra e fair play.

Os jogadores provaram ter energia de sobra para chegar à emocionante final do Torneio, disputada no estádio do Morumbi, em São Paulo, no dia 24 de novembro.

Fora dos gramados, torcida e jogadores aproveitaram piscina, parquinho e pula-pula para crianças, massagens relaxantes e uma área verde e tranquila para descanso. Na tenda do Programa Sócio Titular, 12 novos colaboradores se cadastraram para fazer sua doação mensal à Fundação Gol de Letra e concorreram ao sorteio de duas bolas autografadas por personalidades do esporte.

O clima foi de total integração entre jogadores, torcidas, voluntários e as equipes técnica e de coordenação do evento.

No sábado…

Ansiedade para o primeiro dia que definirá alguns dos finalistas do Torneio e da disputa Fair Play no estádio do Morumbi. O clima agradável pairou no ar e o almoço integrou bem a atmosfera do Torneio, com churrasco, piscina, sorvete e famílias. Disputas começando com o agito da torcida mais animada do dia, a Unimed Paulistana!

DSC_0080

Os times masculinos da Unimed Paulistana, J&J, LinkedIn, GRUPO BB E MAPFRE, SEB, Eurofarma, EY e Budweiser jogaram entre si  e, com 21 pontos conquistados, o time vencedor do primeiro dia foi a EY. A equipe da Eurofarma mostrou jogo nota dez e cartão zero e ficou com o título Fair Play do dia. O artilheiro do dia foi o Ricardinho, da EY, com oito gols, e o goleiro menos vazado foi também da vencedora EY, o Rafael.

Além das duas equipes campeãs, a seleção dos melhores jogadores do torneio também entrará em campo no dia 24/11. Veja a seleção dos melhores de sábado:

Diego – Johnson & Johnson
Ricardinho – EY
Leandrinho – GRUPO BB E MAPFRE
Tiago – Eurofarma
Mateus – SEB
Cadu – Unimed Paulistana
Marcelo Torres – LinkedIn
Eduardo – Budweiser

No domingo…

 O segundo dia de jogos abriu as portas para os quatro times femininos das empresas Natura, adidas, Sodexo e CCR, que tiveram três disputas cada e muita representatividade em campo! Quem levou a bola feminina da vez foi a Natura, depois de empatar sem gols com a CCR no jogo final.

DSC_3441

As equipes masculinas da Abril Comunicações, Mentos, Edenred, adidas, Natura, Sodexo, Martin Brower e CCR entraram em campo para decidir quem acompanharia a EY na final e a Eurofarma para o Troféu Fair Play.

Ao final do dia e também da primeira etapa do Torneio, com jogos bem acirrados, o terceiro lugar foi do time da adidas, com 14 pontos, e o vice-campeão foi a Natura, com 16 pontos. Somando 18 pontos corridos, o vencedor do domingo foi o time da Abril Comunicações, e quem disputa o Fair Play, com o orgulho do jogo limpo, é a Natura.

IMG_4864

A turma que deu inveja nas torcidas no segundo dia foi a arquibancada da adidas, sustentada pelo show do artilheiro neste dia, que representava a empresa, Diego. O goleiro menos vazado foi o Eric, da Natura. Entre as meninas, a goleira menos vazada foi Luiza, da Natura, e Amanda, da CCR; já as artilheiras foram quatro, com dois gols cada uma: Natália e Nilary da CCR, Fabiana, da Natura, e Verônica, da Sodexo.

Confira a seleção do Torneio de domingo:
Masculino:

Diego – adidas
Joelson – Martin Brower
Toninho – Mentos
Alex – CCR
Bruno – Abril Comunicações
Everton – Edenred
Daniel – Natura
Ricardo – Sodexo

Feminino:

Nívia – Natura
Patrícia- CR
Raquel – adidas
Bruna – Sodexo

Na final do dia 24/11, os selecionados e as selecionadas como melhores do torneio se mesclam com celebridades para uma nova disputa em campo! EY e Abril Comunicações concorrem ao título de campeão, e Natura e Eurofarma pleiteiam o Troféu Fair Play.

É muito jogo, muita alegria, boas causas e bons sorrisos! Vale lembrar que todos os recursos arrecadados com as inscrições para o Torneio são revertidos para os programas socioeducativos da Fundação Gol de Letra.

 

Projeto Football for Hope integra turmas do Rio e de São Paulo

Adolescentes e jovens trabalharam as diversas possibilidades da prática do futebol através do projeto Football for Hope, que tem o apoio da FIFA

JAeFHope-682

Ao longo dos últimos meses, jovens de 12 a 18 anos da Fundação Gol de Letra participaram de um projeto no qual foram estimulados a pesquisar, dialogar e aprender sobre as mais diversas formas de praticar o futebol ao redor do mundo.

Financiado pela FIFA, o projeto Football for Hope envolveu cerca de 60 participantes dos programas Jogo Aberto e Dois Toques, das unidades da Gol de Letra, em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Nas atividades propostas, os educadores trabalharam com os adolescentes e jovens as possibilidades da prática do futebol em diferentes formatos, estimulando-os a pesquisarem sobre  o tema e depois compartilharem com os colegas o que aprenderam. As descobertas fomentaram diálogos entre os participantes para depois serem colocadas em prática.

JAeFHope-473

20141105_Football for Hope_Ana Mesquita (183)

Um dos formatos que chamou mais a atenção de todos foi uma atividade com bola praticada na Birmânia (Myanmar), conhecido como Chinlone ou Caneball, que mistura esporte e dança. Nesta atividade, não há o foco de ganhar ou perder, pois não há adversários, o jogo é similar ao “Keepie uppie”(embaixadinhas). “Para eles foi bem diferente e isso traz uma riqueza enorme, pois aqui na Gol de Letra trabalhamos muito a diversidade e a inclusão; em tudo que fazemos”, explica Sérgio Andrade, coordenador pedagógico do programa Jogo Aberto.

Segundo Sóstenes Brasileiro de Oliveira, diretor geral da Fundação Gol de Letra, iniciativas como essa da FIFA, aliada aos conceitos de esporte e educação praticados pela Gol de Letra, vão ao encontro da missão da Fundação, que é contribuir para a formação cultural e educacional de crianças e jovens para que eles possam atuar com autonomia na transformação de suas realidades.

Turmas se encontraram durante Festival em São Paulo

Como forma de integração entre as turmas que participaram do projeto, de 4 a 6 de novembro foi realizado na capital paulista o Festival Jogo Aberto Football for Hope.

A programação começou com uma visita monitorada ao Museu do Futebol, que encantou a todos. Em seguida, os participantes ficaram reunidos no Centro de Práticas Esportivas da USP – Cepeusp, onde puderam interagir e trocar experiências sobre as atividades que pesquisaram e desenvolveram ao longo do projeto.

football for hope

“O mais interessante de ter participado foi o aprendizado de modalidades diferentes de futebol e jogos coletivos. Pude ter uma outra visão do que é futebol e viajar para São Paulo foi maravilhoso”, contou Jonathan Viana, jovem do Rio de Janeiro.

O ponto alto do Festival aconteceu no CEU Jaguaré, com a demonstração prática dos trabalhos realizados, a participação em fóruns de debates e a confraternização de encerramento.

O encontro contou com a presença de Raí Oliveira, instituidor da Fundação Gol de Letra, que acompanhou de perto as atividades. “A riqueza desse projeto está no encontro e na troca de aprendizado, que é a base das atividades da Gol de Letra. Duas coisas me chamaram a atenção durante o Festival. A primeira foi integração entre os educadores e os meninos e meninas. E a segunda é que esses jovens tiveram a oportunidade de aprender e vivenciar todo o processo de planejamento, desenvolvimento, pesquisa e apresentação de um projeto cujos resultados foram eles os responsáveis“, avaliou ele.

JAeFHope-56

O resultado da pesquisa feita pelos jovens, a avaliação final do projeto e as fotos e vídeos de todas essas experiências serão divulgados em breve em uma publicação online.

Seja um sócio titular e contribua para transformação de milhares de crianças e jovens da Fundação Gol de Letra. Acesse www.goldeletra.org.br/doe

Fotos: Ana Mesquita

Gol de Letra retoma projeto em Guiné-Bissau

Em outubro, junto com parceiros de cooperação, a Gol de Letra embarcou para Guiné-Bissau, na África, com o objetivo de retomar o Projeto “Jovens Lideranças para o Desenvolvimento de Boas Práticas”. Iniciada em 2010, essa experiência internacional ficou  inativa durante o golpe militar ocorrido no país em 2012.

Agora, com o restabelecimento da democracia, decorrente das eleições de abril passado, as conversações entre os governos do Brasil e de Guiné-Bissau para uma nova etapa do projeto puderam ser retomadas.

20141020_Visita Guine Bissau_acervoFGL (20)

Sóstenes Oliveira, diretor geral da Fundação Gol de Letra, e Edgard Arantes, assessor de projetos da Área de Disseminação, participaram de reuniões com ministérios e outros setores do novo governo para apresentação do projeto, definição do novo marco estratégico e apresentação do plano de trabalho para os próximos dois anos.

“Ir à África é sempre uma experiência incrível e o fato de estarmos há 5 anos nesse projeto em Bissau nos aproximou demais do povo guineense, a ponto de – nessa viagem – termos nos emocionado em vários momentos vendo os jovens se manifestarem com alegria pela nossa presença e tendo tido um contato produtivo com o novo Governo Democrático de Guiné-Bissau”.20141020_Visita Guine Bissau_acervoFGL (1)

Participaram dos encontros representantes do Ministério da Educação, Ministério dos Negócios Estrangeiros, Cooperação Internacional e das Comunidades, da Secretaria da Juventude, Cultura e Desporto de Guiné-Bissau, Embaixada Brasileira, Agência Brasileira de Cooperação – ABC (órgão do Ministério das Relações Exteriores do Brasil), Unesco e Secretaria Municipal de Educação de Vitória – ES, representando o Programa Escola Aberta. Durante a visita, também foram realizadas reuniões com Jovens da Associação Amizade da comunidade de São Paulo em Bissau, principal beneficiada com o projeto.

Após o realinhamento do projeto, já está em planejamento uma próxima missão para a inauguração do “Centro Educacional Amizade São Paulo”, com a presença de autoridades dos governos de Guiné-Bissau e do Brasil, UNESCO e todas as instituições parceiras do projeto, além dos membros da comunidade.

20141020_Visita Guine Bissau_acervoFGL (22)

A iniciativa da Gol de Letra em Guiné-Bissau faz parte das ações da Área de Disseminação, que tem como objetivo compartilhar práticas e experiências, levando a metodologia da Fundação para outras comunidades no Brasil e no mundo.

Fotos: Fátima Rodrigues

Promoção Sócio Titular: você pode jogar no Morumbi ou Maracanã com o Raí

Quem é Sócio Titular da Fundação Gol de Letra tem a chance de jogar no Morumbi ou Maracanã ao lado do Raí e personalidades do esporte e da mídia, no Jogo Comemorativo do Torneio Gol de Letra 2014.
Para participar da promoção é preciso estar cadastrado como Sócio Titular e enviar uma foto através do Facebook ou Instagram, que represente um ou mais dos princípios educacionais da Fundação :

- Aprender
- Conviver
- Multiplicar

E seguir os seguintes passos:

1-      Curtir a fanpage oficial da Fundação (www.facebook.com/FundacaoGolDeLetra) e/ou o perfil no Instagram (@fundgoldeletra).
2-      Marcar sua foto com a hashtag #vcnotgl2014 e o que ela representa: #aprender, #conviver, #multiplicar.
3-      Postar a foto em modo de exibição “Público”.
4-      Identificar-se como Sócio Titular informando o nome completo na legenda da foto.

* Caso você não participe de redes sociais a foto poderá ser enviada para o e-mail: sociotitular@goldeletra.org.br, seguindo as regras acima.

O autor da melhor foto será convidado especial do Raí para jogar a Partida Comemorativa do Torneio Gol de Letra 2014, com a presença de celebridades do esporte e da mídia.

IMG_1525

Faça como o João Vicente Cavalcante, Sócio Titular que participou da promoção e garantiu sua vaga no Torneio Gol de Letra 2013

Torneio13SPfin-644 O Sócio Titular poderá optar entre jogar as finais nos estádios do Morumbi (SP) ou Maracanã (RJ). A locomoção até o evento é de total responsabilidade do Sócio Titular. O vencedor também ganhará uma camiseta autografada pelo Raí e convites (1 + acompanhante) para o coquetel de encerramento.
Serão consideradas todas as fotos enviadas até o dia 12/11/2014, às 23h59. A escolha da melhor foto será feita dia 17/11/2014 e o resultado final será enviado por e-mail aos participantes.

Em caso de dúvidas, entre em contato pelo e-mail sociotitular@goldeletra.org.brou pelo telefone 11- 2206-5520 ramal 533. Participe e faça parte desse time!

Crianças do Virando o Jogo participam de roda de conversa com ex-atletas

Esporte é a temática trabalhada em todas as atividades da Fundação Gol de Letra em 2014, com o objetivo de promover o aprendizado, a troca de experiências e o desenvolvimento de habilidades de maneira interdisciplinar.
Pensando nisso, o Programa Virando o Jogo promoveu encontros entre as crianças e ex-atletas para que eles conhecessem um pouco mais sobre algumas modalidades esportivas a partir da visão de quem já dedicou a vida ao esporte.

Cada turma do programa elegeu um esporte como tema para desenvolver ao longo do ano. A Turma Amarela escolheu o futebol e o convidado para a roda de conversa foi o ex-jogador Raí, fundador da Gol de Letra.
As crianças estudaram previamente a biografia de Raí, dentro e fora dos gramados, para poderem formular as perguntas e, na oficina de artes, criaram um painel em tecido ilustrando alguns momentos de sua carreira.
Durante a conversa Raí contou sobre como se tornou jogador de futebol, a experiência em times do exterior e os desafios da profissão.

IMG_3762

Os participantes também o questionaram sobre outros temas, tais como a motivação para criar a Fundação Gol de Letra, seu posicionamento em relação a questões do futebol brasileiro e sobre o fato de nunca ter jogado ao lado do irmão, Sócrates.

Já a Turma Verde optou pela natação e o bate-papo foi com a fotógrafa e ex-nadadora Ana Mesquita, que também atua como voluntária da Gol de Letra.
A entrevista foi bastante animada e Ana pode contar um pouco sobre sua experiência como nadadora e o desafio de atravessar o Canal da Mancha, entre outras grandes competições das quais participou. 20140929_Entrevista Ana Mesquita_Victor Prudencio (1)

Em 1993 ela bateu o recorde latino-americano feminino da famosa travessia entre a Inglaterra e a França, tornando-se a terceira atleta brasileira a completar o feito. Ao saberem que a maratona durou mais de 10 horas, as crianças ficaram ainda mais curiosas e não faltaram perguntas para Ana.
Ela também falou sobre seu livro, A Travessura do Canal da Mancha, no qual conta em detalhes como foi essa prova que marcou sua vida. A admiração foi tamanha que ao final da conversa a ex-nadadora teve que distribuir autógrafos para todos.

 

Dia repleto de atividades movimentam o sábado no Caju/RJ

Setembro foi a vez de mais um Gol de Cidadania no Rio de Janeiro. Realizado desde 2006, o evento acontece duas vezes por ano e oferece um dia inteiro de serviços de assistência social, saúde, cultura, esporte e lazer para toda a comunidade.

 As atividades são realizadas em parceria com instituições públicas e privadas, preocupadas com a qualidade de vida das populações mais vulneráveis e contam com a participação da equipe técnica do projeto, desde o planejamento até a execução.

Seguindo a filosofia da Gol de Letra, um dos  principais objetivos do Gol de Cidadania é estimular os moradores do Caju para a prática de atividades esportivas/físicas, promover a interação social e o exercício da cidadania.

Com esse propósito, o sábado, 13 de setembro, começou bem cedo com uma animada caminhada pelo bairro, que terminou na sede da Gol de Letra, onde dezenas de participantes realizaram uma aula de alongamento.

Comecei de noite com a ginástica que é excelente (Projeto Dois Toques) e hoje é meu primeiro evento e estou adorando. Fiz o alongamento, caminhada, verifiquei minha pressão. Adorei!” - Cristina Fátima Amaral, moradora da comunidade.

“Comecei de noite com a ginástica que é excelente (Projeto Dois Toques) e hoje é meu primeiro evento e estou adorando. Fiz o alongamento, caminhada, verifiquei minha pressão. Adorei!” – Cristina Fátima Amaral, moradora da comunidade.

Em seguida, todas as demais atividades já estavam disponíveis para atender à comunidade. E não faltou coisa pra fazer: escovação dentária, aula de pilates, assessoria jurídica, oficina de samba e serviços de saúde estavam à disposição.

“Muito bom o evento, todo ano participo e não tem comparação. Deveria ocorrer mais vezes ao ano.” – Gutemary, mãe de Amanda e Adrielly dos Santos, atendidas pela Fundação.

“Muito bom o evento, todo ano participo e não tem comparação. Deveria ocorrer mais vezes ao ano.” – Gutemary, mãe de Amanda e Adrielly dos Santos, atendidas pela Fundação.

Um dos momentos mais marcantes foi o festival de futsal e queimado, onde pais e filhos puderam dividir a quadra e jogar lado a lado. A atividade chamou a atenção pela oportunidade de unir a família em uma atividade esportiva conjunta que nem sempre os moradores conseguem realizar, devido à falta de espaços de esporte e lazer na região e à dificuldade de organização. 3

O sucesso do evento pode ser traduzido pela quantidade de participantes, bem como através dos muitos depoimentos positivos colhidos ao longo do dia e da satisfação da equipe com o resultado final.

“O Gol de Cidadania é um momento de interação das famílias atendidas pelos projetos da Fundação Gol de Letra com toda a comunidade do entorno. Sendo nossa contribuição para o exercício da cidadania para além do atendimento direto, propiciando que a partir das atividades e serviços propostos, os cidadãos possam refletir de forma prática sobre o direito à convivência familiar e comunitária, ao esporte e lazer, cultura saúde e assistência social, de uma forma descontraída e bastante produtiva para todos. É muito bom fazer parte de uma equipe que realiza esse projeto. Todos adoraram e foi um ótimo dia”. comentou Crislaine Lima, supervisora social da Fundação Gol de Letra.

A Fundação Gol de Letra agradece a todos as instituições e pessoas que contribuíram para realização desta ação. Afroreagge, CRAS 15 de Maio, Centro Municipal de Saúde Fernando Antonio Braga Lopes, Escritório Cavalcante Ramos, Odontoprev e voluntários que ofereceram serviços diversos e se disponibilizaram em harmonia com nossa equipe.

* Realizado desde 2006, o Gol de Cidadania faz parte Dois Toques, da Fundação Gol de Letra, programa que tem como objetivo promover o desenvolvimento de habilidades pessoais e sociais por meio de atividades educativas, esportivas e culturais para 250 crianças de 7 a 14 anos do bairro do Caju. 

** O Dois Toques é financiado via Lei de Incentivo ao Esporte e tem como principal parceiro o Grupo Segurador BB e MAPFRE.

*** Seja um sócio titular e contribua para transformação de milhares de crianças e jovens da Fundação Gol de Letra. Acesse www.goldeletra.org.br/doe