Confira o resultado da votação do projeto Gol pela Igualdade

Projeto da Fundação Gol de Letra ficou na 4ª posição e será realizado na Vila Albertina, em São Paulo, com apoio do Manchester City FC 

Em uma votação realizada entre novembro e dezembro de 2015, o projeto Gol pela Igualdade (clique para assistir ao vídeo), da Fundação Gol de Letra, foi uma das seis iniciativas escolhidas pelo Manchester City FC para serem apresentadas ao público na campanha Cityzens Giving.

A campanha é promovida pelo clube de futebol inglês com o intuito de contribuir com projetos sociais de todo o mundo que utilizem o futebol como ferramenta de transformação para uma determinada causa.

Ao votar, o público definiu a distribuição de uma doação no valor de £ 400 mil entre os seis projetos participantes. O Gol pela Igualdade ficou com a quarta colocação, recebendo a quantia de £48.271 para executar o projeto, que vai tratar a igualdade de gênero entre meninas e meninos da Vila Albertina (SP), beneficiando 150 adolescentes e jovens. O trabalho também envolverá as famílias e a comunidade.

Cityzens Giving FINAL menor

Foram registrados mais de 85 mil votos de pessoas de todo o mundo, especialmente os torcedores do Manchester City. Além da Fundação Gol de Letra – única representante da América Latina – a campanha também vai beneficiar projetos em Kolkata (Índia), Cape Coast (Gana), Manchester (Inglaterra), Nova York (EUA) e Melbourne (Austrália).

A Fundação Gol de Letra agradece a todos que participaram da campanha, votaram, divulgaram, torceram e se envolveram com a causa. O seu apoio fez a diferença! Veja o resultado no site oficial do Manchester City.

Fique ligado em nossas redes sociais, acompanhe o desenvolvimento do projeto ao longo do ano e as novidades da Fundação Gol de Letra.

Projeto Football for Hope integra turmas do Rio e de São Paulo

Adolescentes e jovens trabalharam as diversas possibilidades da prática do futebol através do projeto Football for Hope, que tem o apoio da FIFA

JAeFHope-682

Ao longo dos últimos meses, jovens de 12 a 18 anos da Fundação Gol de Letra participaram de um projeto no qual foram estimulados a pesquisar, dialogar e aprender sobre as mais diversas formas de praticar o futebol ao redor do mundo.

Financiado pela FIFA, o projeto Football for Hope envolveu cerca de 60 participantes dos programas Jogo Aberto e Dois Toques, das unidades da Gol de Letra, em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Nas atividades propostas, os educadores trabalharam com os adolescentes e jovens as possibilidades da prática do futebol em diferentes formatos, estimulando-os a pesquisarem sobre  o tema e depois compartilharem com os colegas o que aprenderam. As descobertas fomentaram diálogos entre os participantes para depois serem colocadas em prática.

JAeFHope-473

20141105_Football for Hope_Ana Mesquita (183)

Um dos formatos que chamou mais a atenção de todos foi uma atividade com bola praticada na Birmânia (Myanmar), conhecido como Chinlone ou Caneball, que mistura esporte e dança. Nesta atividade, não há o foco de ganhar ou perder, pois não há adversários, o jogo é similar ao “Keepie uppie”(embaixadinhas). “Para eles foi bem diferente e isso traz uma riqueza enorme, pois aqui na Gol de Letra trabalhamos muito a diversidade e a inclusão; em tudo que fazemos”, explica Sérgio Andrade, coordenador pedagógico do programa Jogo Aberto.

Segundo Sóstenes Brasileiro de Oliveira, diretor geral da Fundação Gol de Letra, iniciativas como essa da FIFA, aliada aos conceitos de esporte e educação praticados pela Gol de Letra, vão ao encontro da missão da Fundação, que é contribuir para a formação cultural e educacional de crianças e jovens para que eles possam atuar com autonomia na transformação de suas realidades.

Turmas se encontraram durante Festival em São Paulo

Como forma de integração entre as turmas que participaram do projeto, de 4 a 6 de novembro foi realizado na capital paulista o Festival Jogo Aberto Football for Hope.

A programação começou com uma visita monitorada ao Museu do Futebol, que encantou a todos. Em seguida, os participantes ficaram reunidos no Centro de Práticas Esportivas da USP – Cepeusp, onde puderam interagir e trocar experiências sobre as atividades que pesquisaram e desenvolveram ao longo do projeto.

football for hope

“O mais interessante de ter participado foi o aprendizado de modalidades diferentes de futebol e jogos coletivos. Pude ter uma outra visão do que é futebol e viajar para São Paulo foi maravilhoso”, contou Jonathan Viana, jovem do Rio de Janeiro.

O ponto alto do Festival aconteceu no CEU Jaguaré, com a demonstração prática dos trabalhos realizados, a participação em fóruns de debates e a confraternização de encerramento.

O encontro contou com a presença de Raí Oliveira, instituidor da Fundação Gol de Letra, que acompanhou de perto as atividades. “A riqueza desse projeto está no encontro e na troca de aprendizado, que é a base das atividades da Gol de Letra. Duas coisas me chamaram a atenção durante o Festival. A primeira foi integração entre os educadores e os meninos e meninas. E a segunda é que esses jovens tiveram a oportunidade de aprender e vivenciar todo o processo de planejamento, desenvolvimento, pesquisa e apresentação de um projeto cujos resultados foram eles os responsáveis“, avaliou ele.

JAeFHope-56

O resultado da pesquisa feita pelos jovens, a avaliação final do projeto e as fotos e vídeos de todas essas experiências serão divulgados em breve em uma publicação online.

Seja um sócio titular e contribua para transformação de milhares de crianças e jovens da Fundação Gol de Letra. Acesse www.goldeletra.org.br/doe

Fotos: Ana Mesquita

Coquetel no Ruella Bistrô marca o lançamento do Torneio Gol de Letra SP!

Veja como foi o evento e inscreva sua empresa para o campeonato

Mais de vinte empresas participaram na segunda-feira, dia 1º de setembro, do lançamento do Torneio Gol de Letra SP, maior evento de futebol social corporativo do país e que completa sua 11ª edição em 2014! O local escolhido para o coquetel foi o Ruella Bistrô em Pinheiros, um local aconchegante que abriu especialmente para receber interessados no torneio, junto com Raí e parte da equipe da Fundação.
IMG_2725O Torneio Gol de Letra existe desde 2004 e reúne empresas que decidem investir na responsabilidade social, além de oferecer um evento especial para seus colaboradores. Na primeira fase, jogadores e torcida passam um dia inteiro de muita diversão e entretenimento em um sítio em São Paulo. Na final, o melhor time e o mais bem disciplinado de cada dia disputam o título no estádio do Morumbi. Além disso, há jogos comemorativos com representantes de cada empresa e personalidades do esporte e da mídia.

Toda a renda do torneio ajuda a manter os projetos da Fundação Gol de Letra, que atua com esporte, educação e cidadania para crianças, adolescentes e jovens de comunidades brasileiras.

IMG_2810

Para explicar como tudo isso funciona, na noite de lançamento do evento Raí e Sóstenes (instituidor e diretor-geral da Fundação, respectivamente) exibiram um vídeo com a mecânica do torneio e falaram sobre a história e a importância do evento: “O torneio representa uma das grandes fontes de renda da Fundação Gol de Letra e ajuda na realização de nossos projetos. Para as empresas, além de promover uma ação de responsabilidade social, é uma ótima oportunidade para integrar os funcionários e incentivar a prática esportiva de seus colaboradores“, comentou Raí, ressaltando ainda a grande presença da mídia que acompanha o evento.  Em seguida, os convidados saborearam um delicioso buffet enquanto puderam tirar dúvidas e conversar sobre os últimos detalhes do evento.

Para Abril Comunicações, adidas, CCR, EY, Linkedin, Martin Brower, Mentos, Sodexo e Unimed Paulistana, o coquetel teve um sabor a mais: eles receberam de presente uma bola Brazuca (a mesma da Copa do Mundo 2014) autografada por Raí e entregue a cada uma das empresas confirmadas para este ano.
IMG_2867Outras interessadas têm até o final deste mês para realizarem suas inscrições. Há vagas para equipes masculinas e femininas. É possível obter mais informações pelo email torneio@goldeletra.org.br.

Além da edição em São Paulo, o torneio também é realizado nas cidades do Rio de Janeiro (com final no Maracanã) e Paris. Mais informações e fotos das edições anteriores disponíveis em: www.facebook.com/torneiogoldeletra

Visita Académie Bernard Diomède

Aproveitando o clima de Copa do Mundo e o fortalecimento do esporte educacional na Gol de Letra, a Fundação recebeu diversos convites no período de Copa e aproveitou para envolver ainda mais seus colaboradores, crianças e jovens atendidos.

Entre as ações, a Fundação Gol de Letra recebeu a Instituição francesa Acadèmie Bernard Diomède para uma série de atividades esportivas entre 26 jovens de ambas as organizações, 13 de cada uma.

Em seu primeiro dia de visita ao Rio, os franceses visitaram a sede da Fundação, conheceram o espaço e deram o primeiro passo no processo de integração com os jovens da Gol de Letra. A animação aumentou na hora do almoço, onde foi servido um grande churrasco para todos os presentes. Na parte da tarde, um QUIZ sobre a Copa do Mundo divertiu a todos e terminou em brincadeira, dança e amizade.
Blog1

Dia 21, quarta-feira, foi o segundo e principal dia de atividades entre Gol de Letra e Acadèmie Bernard Diomède. Estava marcado um jogo de futebol, denominado “O Jogo do Sonho Deles” entre as duas instituições no Clube Guanabara, em Botafogo. Como era dia de jogo da França, haviam muitos franceses convidados para assistir a partida e aproveitar o coquetel oferecido pela GDF Suez, patrocinadora do evento.
Blog2

Divididos em duas categorias, os jovens jogaram duas partidas no campo de futebol 7 do clube, que tem uma escolinha do PSG, principal clube francês atualmente. Ao final das disputas, todos receberam medalhas e trocaram camisas da França e Brasil que ganharam no evento.
blog 3

Entre os presentes estavam o Karambeu, ex-jogador da seleção francesa, David Douillet ministro de esportes da França, além dos instituidores Beatriz Pantaleão e Raí de Oliveira, da Fundação Gol de Letra e Bernard Diomède, da instituição que leva seu nome, Acadèmie Bernard Diomède.
blog 4]