Comentários sobre a Pesquisa Juventudes no Brasil 2021

Os Jovens e o tema Juventudes estão entre as principais preocupações da Gol de Letra. Para conseguirmos estar ao lado deles e oferecer as melhores oportunidades, estamos sempre acompanhando o que aparece nas publicações que procuram esmiuçar quais são os grandes desafios e as grandes preocupações que dificultam o seu crescimento e desenvolvimento pessoal.

Dentre essas publicações importantes, gostaria de destacar a pesquisa “Juventudes no Brasil”, uma investigação da Fundação SM (Ordem Marianista), coordenada pelo Observatório da Juventude na Ibero-América (OJI) e realizada em parceria com pesquisadores de três universidades públicas sediadas no Rio de Janeiro – a Universidade Federal Fluminense (UFF), a Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio) e a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Para este estudo, foram entrevistados pessoalmente 1.740 jovens, entre 15 e 29 anos, residentes nas cinco regiões do Brasil, no segundo semestre de 2019.

Atualmente, o Brasil possui cerca de 211 milhões de habitantes, dos quais cerca de 50 milhões se encontram na faixa etária definida legalmente como juventude, que abarca o largo espectro compreendido entre 15 e 29 anos de idade.

O Jovem da Vila Albertina–SP e do Caju-RJ tem vivências e problemas diferentes entre si e com os jovens de outras regiões, como é de se esperar. Mas temos motivos para crer que as principais características apontadas na pesquisa são também encontradas entre eles:

A pesquisa aponta que esses jovens não confiam nas instituições públicas e têm baixa participação na política. Numa primeira leitura, os jovens se veem como uma geração narcísica, rebelde e consumista, naquilo que pode ser pensado como sua identidade mais externa, da rua, das redes, uma persona para ser exposta no ambiente digital.

No entanto, quando se olha para questões relativas à intimidade, para o espaço da casa, as qualidades mais valorizadas em sua herança familiar são:

• “cortesia e as boas maneiras”, destacada por quase unanimidade (91%) dos jovens;

• em segundo lugar, “honestidade com os outros”, apontada como importante por 38% dos entrevistados;

Para nós, isso demonstra uma importante dose de idealismo que sempre foi uma das principais virtudes da juventude no mundo todo.

Os jovens entrevistados frequentam, majoritariamente, escolas de Educação Básica públicas. Entretanto, no ensino superior predomina a frequência em instituições privadas, que equivalem a 73% do total. As instituições de dependência pública correspondem a 27%.

Dois terços dos jovens se consideram religiosos. Ao serem indagados sobre como sua crença religiosa influencia no seu cotidiano, jovens de todas as religiões e religiosidades deram ênfase à “paz interior” e ao “sentir-se protegido”.

Preocupados com o meio ambiente e com a violência urbana, jovens falaram sobre experiências, medos e principais incômodos e 49% disseram sentir medo “quase o tempo todo” de serem assaltados no transporte escolar ou no caminho para casa ou trabalho.

Uma organização como a Fundação Gol de Letra, que oferece programas que acolhem, formam e orientam os jovens da Vila Albertina e do Caju, cumpre papel fundamental na vida dessa população e tem buscado constantemente estar à altura dos desafios que esses jovens enfrentam como os principais pontos apontados nessa pesquisa.

Sostenes Oliveira, Diretor Geral da Fundação Gol de Letra.
Download WordPress Themes
Premium WordPress Themes Download
Download Best WordPress Themes Free Download
Download WordPress Themes
ZG93bmxvYWQgbHluZGEgY291cnNlIGZyZWU=
download karbonn firmware
Download WordPress Themes
lynda course free download